terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Início da construção do texto

A tentativa ao começar escrever o texto da narração em off da caixa foi, como exercício, ser o mais objetivo possível, como se a narração fosse uma grande rubrica. Mas tudo caminhou, mais uma vez, mais rápido do que imaginávamos e pulamos para a próxima fase de forma natural. Ou seja, o texto já está sendo escrito no formato final.
Dentro deste formato acabado, tivemos que decidir os pontos de referências para os locais das ações. Conseguimos desenvolver um método que cabe para as apresentações em qualquer uma das praças. O que percebemos é que a parte mais delicada é estabelecer qual o ponto de equilíbrio entre informar e envolver emotivamente.
Apesar de já termos algumas idéias soltas para serem encaixadas no decorrer do texto, não estamos pulando partes. Portanto, o que temos pronto é exatamente o início da narração. Algo que contribuiu muito hoje para a rapidez da produção foi revisitar as referências de textos (Cortázar e Miranda July). Amanhã, antes de retomar o trabalho, veremos mais algumas.
Até lá!

Botões