sexta-feira, 19 de setembro de 2008

em qual parte do pé eu encontro o ponto remedial dos olhos?


por favor, alguém acende a luz?
eu tenho apenas 15 minutos e por isso eu corro, eu corro muito pra chegar a tempo... os pés são olhos e o pensamento os pés... eu corro muito. tem que dar tempo!!!ela tem preceitos: somente olhos nos olhos! e por isso eu twnho pouco tempo, apesar de saber que o que olhos não vêem o coração não sente!!! por isso eu prefiro o escuro. eu tenho certeza que a dor vai ser menor! você sabe quais as palavras! você sabe da mala pronta embaixo da cama. e o tempo é muito curto. porque^porque eu tentei arrumar os fios e fazer as coisas se acertarem, mas não, eu levaria décadas... e você não possui mãos habilidosas nem pra acertar os ponteiros do relógio! eu corro, eu corro muto... eu fecho so olhos pra esquecer a dor! tem que ser hoje, e o dia ta acabando...
penso na lâmpada pra trocar, no interruptor pra consertar, na vela sem pavio e então o teu olhar na penumbra da casa me barra: hojee é tarde demais... dois minutos e a luz se foi. a mala continua embaixo da cama, e você sabe: só olhos nos olhos.
- venha dormir, já está tarde... você me parece cansada, o dia foi cansativo?

uma lágrima no olho esquerdo responde tudo.
- não foi nada! só o relógio que insiste em mudar os ponteiros de lugar.

Ligia

Botões